DEZEMBRO 2013

 

 

John Barnes - Milwaukee / Wisconsin


As afirmações de visões não dualistas que sofrem, são causadas pelos nossos desejos, mas como podemos viver sem desejos?

 

Não há nada de errado com o sentimento de desejo, mas é sua mesquinharia e os sacrifícios que somos compelidos a fazer para satisfazer esses desejos, que precisamos levar em consideração. Seriamente nos devotando a livrar-nos no que limita nossa evolução espiritual, todos os nossos desejos são reunidos para formar um único, o desejo de ser Um com o Amor, que é a mãe de todos os desejos. Qualquer que seja a natureza do desejo, é uma expressão do maior desejo; a experiência do Amor.

 


 

Noam Rosendaal - Jerusalém / Israel


Eu sei por experiência própria que a intuição nos ajuda para o que há de vir, mas como eu posso explicar isto para outras pessoas?

 

Quando seguimos os sinais dados por nossa intuição, penetramos em outra dimensão. Dentro da dimensão nós estamos muito mais conscientes da ordem universal entre todas as coisas. E então é mais fácil reconhecer as sutilezas da leia da causa e efeito. Esta visão mais estendida nos permite atravessar o tempo de certa forma e para melhor nos adaptar a mudanças inesperadas antes delas acontecerem.

 


 

Trofim Letov - Novosibirsk / Rússia


Qual sistema político você é a favor? Em sua opinião, qual sistema pode realmente mudar as coisas para melhor nesse mundo?

 

O mundo não pode ser salvo por uma autoridade, que por si só é parte deste mundo. Apenas aqueles que podem ver além do caos e das contradições deste mundo podem realmente ajudar a mudar. Não há método para isto, mas existe uma forma de energia, que os humanos não são suficientemente conscientes, até este ponto, que pode. Mudanças reais neste mundo, são despedaçadas por conflitos, dependendo da nossa habilidade em encontrar a origem desta energia e cultiva-la. Esta energia é a fonte de todas as energias e é inesgotável. Quando os humanos realmente entenderem o beneficio desta energia, haverá mais paz e harmonia neste mundo, e então teremos a maior de todas as mudanças; a transformação do ser humano.