JUNHO 2013

 

 

Jeremy Drayer - Albuquerque / Novo México


Você pode explicar qual é a essência do homem, e qual o limite dele de refletir tudo isto como representa?

 

Todo ser humano, acima de tudo, é a expressão pura do universo. Uma vez encarnado na terra, ele é imbuído com o gosto da vida que representa, ambos a sua essência divina e sua individualidade particular a aquela encarnação. Durante o curso da sua vida, ele usa suas qualidades únicas para expandir e criar, para sua natureza verdadeira.  Ele é, no entanto, colocado de frente com múltiplas influências, tais quais seu carma, herança genética, ambiente condicionado, e muitos outros fatores. Quando ele se identifica com estas influências, ele se limita a fugir dos seus medos, satisfazendo outros desejos superficiais, o qual o previne de se expressar totalmente o que ele realmente é. É aprendendo a perceber cada um de nossas limitações como uma oportunidade para um melhor autoconhecimento, que desenvolvemos nosso potencial criativo, e somos puxados para perto da essência divina que representamos.

 


 

Vihan Sudhir - Lucknow / Índia


Em seu primeiro livro você fala sobre introspecçãos profundos. O que você quis dizer com isso?

 

Um introspecção profundo é uma impressão tendo sua origem em um pensamento. É uma observação que não é precedida pela análise intelectual, é mais uma percepção espontânea, uma que não é baseada em conteúdo de nosso conhecimento, e assim, é inválida de opinião e julgamento. É observação pura e natural.

 


 

Gigi Wilson - Sydney / Austrália


O que você pode nos dizer sobre crianças que nascem com uma consciência espiritual consideravelmente mais desenvolvida que uma pessoa normal?

 

Algumas almas juntam-se aos humanos com uma vibração mais alta que o nível normal. Eles encarnam neste planeta expressando amor incondicional. A sua presença traz mudanças benéficas levando a Ascensão como um todo. A missão deles está longe de ser fácil, mas eles têm a coragem de, independente das dificuldades que os esperam; a falta de respeito, relacionamentos conflitantes; falsas interpretações de amor, e outros fatores da era em que vivemos. Os pais destas crianças e o ambiente em que elas crescem, podem ajuda-los a realizar a sua missão. Eles precisam do nosso apoio porque eles enfrentam sociedades que em geral tem pouca compreensão, e quem, e ainda, tem poucos meios de juntar-se a crianças com este nível de evolução.

 


 

Linda Rybicki - Cleveland / Ohio


Qual é o seu conselho em como podemos contribuir para um mundo melhor?

 

É sendo e se comportando com toda sinceridade consigo mesmo, que apelamos para o que é justo nos coração e mentes da humanidade. É através do nosso comportamento altruísta e ações generosas que derramamos luz nos falsos e injustos. Isto é como participamos na purificação do mundo.