MARÇO 2011

 

 

Bonnie Welch – Austin / Texas / EUA

Como você define o termo altruísmo? E você acha que qualquer um de nós pode aplicá-la?

 

O altruísmo é um profundo desejo de viver em cada pessoa que pode ser visto em todos os níveis. Isso vale a partir de células que se sacrificam por outras para que o corpo possa continuar a funcionar até às pessoas que adotam crianças carentes para oferecer ao mundo um futuro melhor. Todos nós, intuitivamente, estamos cientes de que um mundo melhor sem sofrimento é possível. Na verdade, o altruísmo não é nada mais do que a descoberta e a transferência deste conhecimento intuitivo. A “descoberta” ocorre quando você é sensível à presente autenticidade das coisas. A “transferência” ocorre quando esta autenticidade é transferida em toda a generosidade. Portanto, o altruism é latent em todas as pessoas e obtém sua forma através de atos de pura generosidade. Em todo lugar no mundo pode-se tornar inspirado e motivado por pessoas que agem pelo altruísmo. Por pessoas que sabem que são membros da mesma família, mesma comunidade e mesma nação. Por pessoas que sentem sua proximidade e unidade com uma entidade maior e tentam reforçar esta conexão entre elas e outros seres.

 



Natalia Koniuszewska – Varsóvia / Polônia

Você usa a palavra “sensibilidade” regularmente, que você quer dizer exatamente?

 

Eu uso este termo para indicar a essência de uma pessoa e com isto eu quero significar a totalidade de seus hábitos e as tendências resultantes. Nossa sensibilidade é a soma de todos os nossos hábitos físicos e emocionais, mas também de nossas aspirações e valores morais. O conjunto de todos estes hábitos é determinante para nossas preferências, nossas tendências específicas e pela maneira como reagimos a estas circunstâncias externas.

 


 

Ilse van Donkelaar – Nimegue / Holanda


Qual a diferença entre os termos “multicultural” e “intercultural”?


Os termos “multiculturalismo” e “interculturalismo” são frequentemente confundidos um com o outro. E ainda há uma grande diferença entre ambas as definições. Há uma sociedade multicultural quando diferentes culturas, nacionalidades, grupos étnicos e religiosos vivem na mesma área, mas não estão necessariamente em contato uns com os outros. O que vemos nas sociedades multiculturais é que as diferenças mútuas são geralmente a base para discriminação. As minorias podem ser toleradas, mas são geralmente completamente aceitas ou valorizadas. A lei não é aplicada igualmente para todos, mesmo quando os direitos legais existem para combater estas práticas. O conceito de uma sociedade intercultural é o próximo passo na evolução humana que no fim levam ao universalismo. Existe interculturalismo quando se trata de uma sociedade na qual diferentes culturas, nacionalidades, grupos étnicos e religiosos que vivem na mesma área, mantém uma relação aberta e imparcial. Dentro de uma sociedade intercultural os cidadãos reconhecem o modo de vida um dos outros e aceitam estas diferenças com respeito e consideração. Eles vivem juntos a fim de desenvolver um processo ativo que encoraja um interesse saudável, tolerância e auto-realização. Este é um processo que torna possível a todos os membros da sociedade a se aproximarem da maneira correta e em pé de igualdade.

 


 

Linda Wolf – Bay Rolling / Washington / EUA

Estou agradavelmente surpresa pela sua trajetória e os muitos voluntários que você reúne. O que você deseja realizar?

 

Eu não possuo nenhum plano claramente definido e isto me dá muita liberdade. Durante alguns anos e venho escrevendo diligentemente e, de fato, considero isto minha única tarefa para ter a mente aberta para a chegada da inspiração correta. Tento oferecer alternativas valiosas para a limitação da nossa percepção e contra o extremo egoísmo demonstrado por muitas pessoas. Os temas que discuto podem ser subdivididos em três categorias: um modo de vida no qual o respeito é demonstrado por todas as pessoas e culturas no mundo inteiro; um comportamento responsável que vai de encontro aos poderes de uma industrialização voraz; e uma caminhada harmoniosa de vida que seja capaz de conduzir a uma consciência espiritual no mundo inteiro.