Os Humanos hoje em Dia

 

 

Enquanto nossos filhos são "educados" em escolas e universidades, dotadas de professores submissos e covardes, nós estamos "informados" por milhares de jornalistas e analistas pagos para servir o interesse dos governantes.

Como resultado, as populações estão em um estado de absoluta obediência e disciplina.

Surpreendentemente, a maioria das pessoas realmente pensa que são livres, que está no controle.

Elas acreditam que podem escolher, que podem decidir.

Milhões de pessoas estão se alinhando, voluntariamente, pedindo para ter uma "formação", e, eventualmente, obter um desses diplomas oficiais.

Elas desejam ser aceitas, certificadas e elogiadas pelos governantes.

E estão oferecendo as cabeças inclinadas para um complexo ato de lobotomia.

Em troca de peças estampadas de papéis chamados diplomas, homens e mulheres perdem, para sempre, a sua capacidade de pensar de forma independente, para analisar e ver o mundo com seu próprio conjunto individual de olhos.

A maioria dos cidadãos estão agora mesmo dispostos a pagar por essas cirurgias cerebrais de educação e propaganda de seu próprio bolso; eles estão ansiosos para entrar em dívidas profundas, a fim de ficarem completamente programados e doutrinados.

Vários anos mais tarde, quando não há mais nada de sua individualidade, seus peitos incham com orgulho quando recebem aquele pedaço de papel selado, o que de fato significa apenas uma coisa:

"Aprovado, aceito e certificado - pronto para servir e para ser usado pelos governantes".

A maioria dos cidadãos de todas as nações não é capaz de pensar de forma independente.

Eles não podem revolucionar o seu próprio pensamento, estão sendo amarrados, contidos por camisas de força intelectual.

A coragem e o pensamento independente são sistematicamente vilipendiados e menosprezados.

As mentes rebeldes são marcadas como não empregáveis, às vezes até como antissociais.

Covardia, submissão e comportamento de baixo ego são promovidos e comercializados pelo sistema complexo de eventos de propaganda, publicidade e entretenimento.

Hoje, homens e mulheres estão sendo moldados a partir de argila intelectual, em seguida, levados para uma posição em uma indústria dos Governantes: todos eles articuladamente e em voz alta regurgitando conceitos pré-fabricados, evitando cuidadosamente as questões reais, intensamente comunicando-se uns com os outros sobre nada, enquanto permanecem chocantemente ignorantes sobre o mundo.

Dirigem carros mais recentes e mantêm aparelhos modernos em suas mãos.

Tentam parecer autoconfiantes, mas são infinitamente egoístas.

Muitos deles usam sedativos, antidepressivos ou drogas, a maioria deles é miserável, inseguros sobre si mesmos, insatisfeitos com seus empregos, miseráveis com suas famílias, incapazes de encontrar ou manter a outra parte de si.

Tudo isso, é claro, não aparece!

Na superfície, eles têm que parecer arrebatadores!

Pela primeira vez na história humana, os robôs estão realmente substituindo os seres humanos.

Não robôs fabricados a partir de plástico e metais, mas seres humanos recondicionados, reciclados em robôs.

Os governantes conseguiram padronizar os seres humanos e seu pensamento!

Parabéns, Governantes, não foi fácil.

Você tiveram que enfrentar muitos desafios.

Mas conseguiram através da criação de milhares de falsas percepções, dogmas e códigos, mas todos eles com o mesmo objetivo.

Você conseguiu manter as pessoas longe da realidade e pensamento independente através da construção de conceitos extremamente eficazes, destinados a controlar as mentes humanas: a partir de ideólogos e líderes religiosos para psicólogos, políticos, jornalistas, atores, cantores e outros seres altamente especializados.

A partir da mídia social para telenovelas, filmes de Hollywood, música pop e redes de televisão, quase tudo leva à mesma direção:

"Arrastando as pessoas longe dos princípios básicos do humanismo.

Forçando-os a não pensar como um grupo de seres racionais, cautelosos, compassivos. "

Hoje, os cidadãos do mundo estão sendo impedidos de pensar e agir de uma maneira natural.

Como resultado, eles estão frustrados, deprimidos e confusos.

Mas, em vez de rebelarem-se, tornam-se cada vez mais agressivos.

Enquanto as vítimas, em todo o mundo, estão sendo assassinadas, exploradas e humilhadas, as populações assistem de frente para uma lista permanente de propaganda, ligeiramente modificadas para cada país ou região em particular, transmitindo de dia e de noite a partir dos meios de comunicação, a principal ferramenta dos Governantes.

Na verdade, hoje, os cidadãos do mundo encontram refúgio em seu trabalho árduo, servindo aos governantes.

Encontram algum tipo de fuga de sua própria pouca realidade graças aos aparelhos oferecidos pelos mesmos Governantes.

Até o grau mais baixo de filmes e jogos de vídeo e música pop com letras repetitivas com morte cerebral.

Estas mensagens são divulgadas através de divulgações dos meios de comunicação locais que são, por sua vez controladas, principalmente, pelos interesses dos governantes.

Este arranjo do mundo é escandalosamente racista e brutal, mas a maioria dos seus cidadãos é forçada a acreditar que vive no sistema mais "progressista" e "tolerante" na Terra.

A questão agora é:

Existe alguma esperança de que a humanidade sobreviverá a esta idiotice produzida em massa?

Vamos lembrar a seguinte declaração:

"Enquanto o pensamento independente está vivo, não está tudo perdido."

Significado:

"Aqueles de nós, que estamos conseguindo escapar da doutrinação dos Governantes, agora estão se rebelando."

Portanto - a humanidade ainda existe.

A rebelião é, portanto, a única salvação, seja em escala local ou global.

O campo de batalha está ficando bem definido: agora é principalmente sobre informação.

As proezas realizadas pelos governantes são sujas e horrendas, mas também muito transparentes para os que querem ver.

Esses truques podem ser aceitos ou tolerados por bilhões só por causa da repetição constante das mentiras, e por causa dos conceitos torcidos martelados nos cérebros das pessoas através do "ensino geral" e os "meios de comunicação"

A guerra pela sobrevivência da humanidade está envolvida.

É a guerra sobre cérebros e corações das pessoas, não sobre o território.

Ela também pode ser chamada de "guerra de informação", uma guerra "detox", ou uma guerra para trazer os seres humanos de volta à vida a partir de sua intoxicação intelectual, de seu sono e servilismo, um caminho para um mundo muito melhor, um caminho que colocará a sabedoria acima de diplomas e selos, calor humano e bondade acima de violência e agressão, e de seres humanos acima de lucros e dinheiro.

 

A vitória só pode vir acompanhada do verdadeiro conhecimento, com o pensamento independente, com o humanismo racional, com compaixão e solidariedade e calor humano.